#BelezaQueInspira, Empoderamento, Mais Lidas
922 0

Rafaela Silva: Campeã na vida e no tatame

Da Cidade de Deus, comunidade da Zona Oeste do Rio, Rafaela Silva ganhou o mundo e hoje é a primeira campeã Olímpica e Mundial do judô nacional

Foto: Alaor Silva

Nascida e criada na Cidade de Deus, comunidade na Zona Oeste do Rio de Janeiro, ela mostrou para o mundo a força e a superação da mulher brasileira. Nesta semana o #BelezaQueInspira vai contar a história de uma estrela do esporte nacional e nossa querida cliente: a judoca Rafaela Silva. A atleta desafiou o destino e venceu todas as dificuldades para tornar-se a primeira campeã Olímpica e Mundial do judô nacional.

Durante sua trajetória, Rafaela precisou superar muitos obstáculos, como a pobreza e derrotas no tatame. Quase abandonou o esporte após ser eliminada nas Olimpíadas de Londres 2012, quando perdeu ainda na segunda luta. E ainda sofreu com ataques racistas nas redes sociais após sair da competição. Mas convencida a não desistir, ela contou com o apoio da família, do técnico e de uma psicóloga para dar a volta por cima. Ainda no final do mesmo ano voltou com força total ganhando o bronze no World Masters de Judô.

Foto: Alaor Silva

Pais buscaram no esporte uma saída para fugir da realidade violenta na comunidade

Toda essa trajetória começou quando seus pais procuraram uma atividade para que a filha, que vivia brigando na rua e na escola, pudesse direcionar a energia de menina brigona e não ficasse pelas ruas violentas da comunidade. Seus primeiros passos no esporte aconteceram em uma academia montada em sua rua, na Cidade de Deus. Ainda criança, foi treinar no Instituto Reação, criado por Flávio Canto e seu técnico, Geraldo Bernardes, para ensinar a luta em comunidades carentes.

E não parou mais. Em agosto de 2013 tornou-se a primeira brasileira a se sagrar campeã mundial de judô. Três anos depois, em agosto de 2016, conquistou a medalha de ouro da categoria até 57Kg nas Olimpíadas Rio 2016. Com este feito, se tornou a primeira atleta da história do judô brasileiro, entre homens e mulheres, a ser campeã olímpica e mundial.

Nos anos anteriores, ela já tinha mostrado todo seu potencial. Em 2008, se tornava campeã mundial sub-20. Três anos depois, foi medalha de prata nos Jogos Pan-americanos de Guadalajara, no México, e vice-campeã mundial adulta em Paris 2011, com apenas 19 anos de idade.

Foto: Alaor Silva

E Rafaela não para. No final de abril de 2017, Rafaela conquistou, com a Seleção Brasileira de judô feminino, a medalha de ouro no Pan-Americano realizado no Panamá. Sua última vitória aconteceu recentemente no Grande Prêmio Mundial de Budapeste. Numa competição cheia de emoção e reviravoltas, a judoca venceu a adversária alemã Theresa Stoll e conquistou o pódio no Circuito Mundial de 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *